Dicas sobre Calçados para o Caminho de Santiago

Um equipamento fundamental para o peregrino é o calçado. Afinal, serão seus pés que o levarão a realizar a aventura mais incrível da sua vida, uma experiência única que vai provocar mudanças muito positivas em sua maneira de ver o mundo.

Existem divergências constantes entre os peregrinos sobre se o caminho deve ser feito usando-se botas ou tênis. Há defensores convictos das vantagens do uso de um e do outro tipo de calçado. Mas na verdade o ideal é que seja usado o tipo de calçado a que mais o peregrino se adapta.

Há quem prefira as botas pela segurança, pois protegem mais os pés. O caminho é cheio de pedras roliças, como seixos de rio, cobrindo não só terrenos planos, mas também subidas e descidas. É grande a possibilidade de uma torção, e a bota protege bem o tornozelo.

Outra vantagem da bota é que, controlando os cadarços, é possível mantê-las mais justas ou mais folgadas. Para subir, afrouxa-se os cadarços e, para descer, aperta-se. Evitando assim que os dedos fiquem batendo na frente do calçado e protegendo as unhas da fricção com o calçado.

Dicas e Recomendações

Recomenda-se usar um a dois números maiores que o tamanho dos seus pés. Isso é mais importante para as pessoas que tem tendência a pés inchados. No final do dia, os pés incham e ocupam todo o espaço dentro da bota e o resultado disso são bolhas e unhas com equimoses, e a possível perda delas. Fazer esta fixação de um calçado maior que seu pé, sem que ele fique folgado e com o pé saindo a cada passo (o que também provoca bolhas), é difícil com um tênis, mas bastante fácil com as botas.

Tênis ou botas, os calçados devem ser comprados com antecedência para que sejam usados em caminhadas, nas chuvas e no sol, nos treinamentos que o peregrino fará para se adaptar ao equipamento, às distâncias e ao peso que carregará por às vezes mais de 30 dias, diariamente. Uma boa dica é comprar o calçado no final do dia e usando as meias grossas próprias para caminhadas, que serão usadas durante o caminho.

Independente da escolha do calçado, é imprescindível que o mesmo seja impermeável. Há um produto, Gore-Tex, que promove esta impermeabilização e mantém seus pés secos, mesmo sob chuvas fortes. Pés úmidos proporcionam o surgimento de bolhas.

Caso ocorra de molhar o calçado, a primeira providencia é lavá-los, retirar o excesso de lama que se acumulou e acomodar jornais dentro. Não se deve colocá-los muito perto do fogo, aquecedores ou motores de geladeiras: o calor excessivo pode danificar o couro e provocar o aparecimento de rachaduras, acabando com a impermeabilização.
Continue acompanhando nosso blog, e claro, nossas redes sociais, para receber mais dicas e informações que podem te auxiliar seja você uma pessoa mais experiente do assunto ou até um curioso querendo ingressar neste universo.

Compartilhe este post!

Sobre o Autor : ACASARGS


1 Commentário
  1. Jorge Xavier 11 de junho de 2017 at 11:24 - Responder

    Obrigado pelas dicas!

Envie um comentário

Seu endereço de E-mail não será publicado.